Suposta fake news contra Dimas virará processo judicial

0
Andreo Fischer

Por Luis Felipe/blog Poder 24 horas

Na madrugada deste domingo, 26, recebi dois “prints” de uma conversa de whatsapp entre o ex-prefeito de Gravataí Daniel Bordignon (PDT) e uma fonte que terá sua identidade preservada. Na mensagem enviada em 10 de abril, o ex-prefeito descreve com riqueza de detalhes o acidente de carro ocorrido com o vereador Dimas Costa (PSD), em 02 de abril.

Na versão do ex-prefeito, o acidente foi causado porque o vereador estaria dirigindo embriagado e após subir o canteiro central da RS-030, na altura do Parque dos Anjos, teria fugido do local cambaleante, “segundo testemunhas”. Logo após o relato, Bordignon encaminha montagem feita com a foto de Dimas com o braço imobilizado ao lado da foto de um veículo batido. Pela cronologia dos fatos que originaram o inquérito solicitado por Dimas neste sábado, 25, a mensagem de Bordignon seria uma das primeiras a contar com a montagem, até o momento apócrifa.

Questionado sobre a revelação das mensagens, o vereador que neste final de semana abriu uma ocorrência policial para apurar a disseminação de boato nas redes sociais envolvendo o mesmo episódio e usando a mesma montagem, mostrou-se indignado: “Uma candidata já disse que, fosse num país sério, esse senhor deveria estar preso. Com pesar, acredito que logo terei que concordar com ela. Não quero politizar isso, apenas colaborar para que a cidade não tenha uma eleição com esse tipo de prática da velha política. Crime é com a Polícia e o Judiciário. Confio na Justiça”.

Dimas confirmou ainda que processará o ex-prefeito e que acionará o Ministério Público e a Polícia Federal para que as próximas eleições sejam protegidas das fake news e seu alto poder de destruição de reputações.

Em tempo: Procurados, o ex-prefeito Daniel Bordignon optou pelo silêncio e deixou este jornalista “no vácuo” e Anabel Lorenzi, presidente municipal do PDT e candidata que tem Bordignon como seu coordenador-geral de campanha, afirmou não ter “elemento algum para falar sobre o tema”.

Comentários