Vereador de Gravataí encaminha projeto para zerar imposto durante crise

0
Divulgação

São muitos os reflexos negativos diante da pandemia provocada pela Coronavírus. Em relação à saúde da população gravataiense, tudo que está ao alcance do poder público segue sendo feito e a população segue fazendo a sua parte, evitando sair as ruas.

Agora, é preciso pensar nos reflexos dessa crise na economia, como vai ser a vida dos pequenos e médios empresários 20, 30, 40 dias fechados ou diminuindo o seu faturamento em mais de 50%, quantas pessoas ficarão desempregadas, com isso, quantas famílias perderão o seu sustento…não vai ser fácil, mas o Vereador Clebes Mendes encaminhou projeto indicativo

Mais do que informar a população e fiscalizar o sistema de saúde municipal, o Vereador Clebes Mendes elaborou o Projeto Indicativo de Lei 05/2020, que visa isentar todos os prestadores de serviço da nossa cidade do pagamento do Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISSQN), que varia a sua porcentagem dependendo do serviço prestado pela empresa. Essa lei tem a duração de 90 dias prorrogáveis para mais 90 dias conforme a estabilização da economia local.

Clebes diz que: “Essa é uma das ações que o poder público municipal pode fazer para contribuir com a manutenção dos empregos e a estabilização da economia local. Com essa medida as empresas pagarão menos impostos, barateando os seus produtos, aumentando o poder de compra dos clientes, fazendo com que o dinheiro volte a circular e os empregos sejam mantidos”.

“É obvio que arrecadação do município irá diminuir, serão feitos menos investimentos em infraestrutura e demais áreas do setor público, mas isso é o mínimo que o poder público municipal pode fazer em prol das pessoas. Sem o emprego, gerado pelo empresariado, a violência aumenta, o sistema de saúde sobrecarrega ainda mais, então teremos uma outra pandemia.’’, continuou Clebes.

Depois de passar pela Câmara o projeto fica a cargo do Prefeito Marco Alba acatar a indicação legislativa do Vereador e implementar ou não o projeto. Você pode conferir o projeto na íntegra através do link: http://cmgravatai.rs.gov.br/documento/indicacao-legislativa-5-2020-283511.

Comentários