Se for da vontade dos gravataienses, eis me aqui, diz Deadpool sobre ser candidato

0
Andreo Fischer

Andreo Fischer

O agitado Fernando Pacheco ou simplesmente Deadpool tem uma agenda extensa. Ele ajuda os mais necessitados com a venda de pães caseiros e com pedágios do bem vestido do personagem. Sua mãe, uma vendedora pela manhã e manicure pela tarde, disse que pagou integralmente os estudos do filho na faculdade QI por entender que ele merece uma vida melhor. Fernando é formado em técnico em administração e estudou inglês. O Deadpool disse que não tem fluência no idioma.

Confira uma entrevista com ele

Quem é o Fernando Pacheco?

Eu sou um jovem que desde cedo descobriu um dom que é de ajudar o próximo. Tenho 22 anos, sou universitário, socorrista voluntário e apaixonado pelo ativismo social.

Por que se vestir de Deadpool?

Sempre quis ter uma forma diferente de trabalhar, uma forma minha de fazer as coisas. Comprei a fantasia com o intuito de divertir as pessoas no seu dia a dia para chamar atenção para mim, para que pudesse fazer a venda dos pães.

O que você arrecada?

Desde que comecei a fazer o trabalho notei que muita gente me procurava, para saber quem eu era, porque fazia aquilo, então decidi fazer algo a mais através da arrecadação de alimentos distribuidos nas comunidades.

Para quem vão as doações?

Depende dos pedidos de ajuda e de quem pede. Atendo mais Gravataí e Cachoeirinha.

Quantos pães você vende por dia?

Vendia. A prefeitura embargou minhas vendas no Centro por causa da lei orgânica do município. Vendia 30 pães por dia por R$ 6. Era R$ 2 de lucro, R$ 2 para fazer outro pão e R$ 2 para fazer as ações sociais.

Sua namorada trabalhava na prefeitura e foi dispensada por quê?

Ela foi dispensada por motivos políticos que eu não concordo. Acredito que todos os homens públicos devem trabalhar por uma cidade acabando com a guerra do lado A e B. Nosso lado deveria ser a cidade de Gravataí.

Você se filiou a um partido político. Pretende concorrer em 2020?

A minha intenção é construir uma cidade melhor, servindo o povo com aquilo que precisar. Se for esta a vontade dos gravataienses, eis me aqui para servir.

Sobre sua gravação no Programa da Eliana

Fernando ficou conhecido no Balanço Geral e no SBT Rio Grande, que serviu de trampolim para ser conhecido nacionalmente. A emissora de Eliana pagou todos os custos da viagem, como hotel cinco estrelas durante quatro dias, sendo que Fernando viajou de avião pela primeira vez. Segundo ele, a experiência foi bacana. Ainda a apresentadora presenteou Fernando com o triciclo que ele usava para vender os pães. O triciclo veio de caminhão de transportadora até a casa dele.

Comentários