Provável Entrevista | Vereador Bombeiro Batista

0
Foto: Andreo Fischer

Pode parecer que existe um quartel dos bombeiros na Câmara, mas é apenas o gabinete do Vereador João Batista Pires Martins, conhecido como Bombeiro Batista. O militar da reserva é hoje um vereador muito atuante no Neópolis e na região.

Eleito com 1,314 votos Batista disse que nunca tinha se envolvido na política, e acredita na precariedade do sistema político atual, tendo como ideia ser um gestor transparente.

Segundo o Vereador Bombeiro, sua maior motivação foi ter conquistado um cargo no Legislativo, porque a Constituição Federal não permitiria o ingresso de militares em cargos políticos. Dessa forma, se orgulha por ser o único soldado vereador no Estado e lamenta que ninguém abra a mão da carreira em prol da necessidade alheia.

Projetos que vai apresentar

  1. Liberação dos recursos do CAF, que serão usados em cabos de fibra óptica, wi-fi e pontes do Parque dos Anjos.

Projetos apresentados

  1. Possibilidade dos idosos de mais de 65 anos passarem a catraca no transporte municipal. (na mesa do prefeito)

Apresentou 10 projetos, 9 foram considerados inconstitucionais.

Conseguiu resolver um problema no Itacolomi e São Marcos, que era a entrega de correspondências na subprefeitura e não diretamente em casa. Agora as cartas chegam às residências.

Votou com o governo no projeto de lei que previa a contratação de 41 guardas municipais.

Caso aterro em Glorinha

Sobre alguns Vereadores da Casa terem ido à Glorinha para protestar contra a instalação de um aterro sanitário, Bombeiro acha que a cidade não deve fiscalizar o município alheio, pois lá também existem autoridades para tratar do assunto em questão.

Segurança em Gravataí

Quer que o Exército se junte com a Polícia Militar e a Guarda Municipal, para contornar os problemas de segurança no território. Acredita que o Exército tem uma força ociosa que poderia ser uma ajuda valiosa neste momento de crise.

O que ele visiona para Gravataí

  1. Hospital Regional
  2. Quer que a Justiça fosse eficiente e ajudasse as pessoas com necessidade, sem burocracia.

Como avalia a cidade como cidadão

“Vejo uma Gravataí extensa, que sempre foi pensada no asfalto e nunca no esgoto e no pluvial”.

Comentários