Prefeitura entregará 1012 imóveis do Breno Garcia amanhã, 04

0
DCS PMG

Com a presença do ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto, o governo federal, a Prefeitura e a Caixa Econômica Federal (CEF) entregam às 14h30 desta sexta-feira, 4, a segunda fase do Residencial Breno Garcia, na Estrada Arthur José Soares, na parada 103 da ERS-030, o maior Minha Casa Minha Vida do sul do país, com um total de 2.025 unidades habitacionais.

“Trata-se da maior obra de impacto social da história de Gravataí, dando uma nova perspectiva de vida a mais de dez mil pessoas, que passam a ter casa própria, morando com dignidade, em um local com toda a infraestrutura necessária”, ressalta o prefeito Marco Alba. “Desde as primeiras providências técnicas, começando com a alteração de zoneamento, a Prefeitura se mantém mobilizada para executar a sua parte no projeto, cumprindo com o que se comprometera”, reforçou o prefeito.

As casas têm 40,73 metros quadrados, divididos em dois dormitórios, banheiro, cozinha sala de estar e área de serviço externa. As primeiras 1.012 famílias contempladas faziam parte da chamada demanda fechada, organizada a partir de cadastro organizado em parceria com o Senac. Eram residentes em áreas de preservação permanente, alagadiças ou de leito viário situadas nos bairros Ambrozina, Caça e Pesca, Vila Imperial, Itatiaia, Jardim das Palmeiras, Padre Réus, Parque da Lagoa, Travessa Savana, Cegonheiros, Heineken, Xará, Vila Rica, Parque dos Anjos (ponte), além daquelas que estavam com aluguel social municipal ou estadual. Os outros 1.013 foram sorteados pela Caixa, a partir de cadastro organizado pela Prefeitura, através da Secretaria de Habitação, Saneamento e Projetos Especiais.

“É um dia especial para nós da Prefeitura, porque é um projeto que envolveu diversas secretarias, de todas as áreas, desde os primeiros esboços do projeto, com a Secretaria Municipal de desenvolvimento Urbano (Smdur), passando pelas da área social, como Saúde e Educação”, ressaltou a secretária de Habitação, Luciane Ferreira. “Também é preciso fazer um agradecimento e reconhecimento ao trabalho da Guarda Municipal, que foi e está sendo fundamental nessa etapa de chegada dos novos moradores, que contam com toda a segurança e orientação”, lembrou Luciane.

Escolas e unidade de saúde foram construídas pelo Município

A Escola Comunitária de Educação Infantil (ECEI) Nova Vida, inaugurada pela Prefeitura em abril, foi o primeiro equipamento público de ensino instalado no residencial. São atendidas crianças de 0 a 5 anos, e a capacidade é para 90 crianças no berçário e maternal em turno integral (de zero a 3 anos) e 80 crianças na pré-escola em turno parcial, totalizando o atendimento de 170 beneficiários. O investimento anual do município será de mais de R$ 1,2 milhão, na operação da escola.

Segundo a secretária de Educação Sônia Oliveira, mais duas escolas de educação infantil estão prontas. “Estamos em fase de compras dos equipamentos, e uma deve iniciar o atendimento ainda no mês de outubro e a outra, em novembro”, confirma a secretária. Cada uma terá capacidade para atender a 170 crianças. A Prefeitura também irá construir uma escola de ensino fundamental, já licitada, com financiamento liberado e com início da obra previsto para outubro.

UNIDADE DE SAÚDE – A Prefeitura de Gravataí, através da Secretaria Municipal de Saúde (SMF), também colocou em funcionamento, em março, a Unidade de Saúde da Família (USF) Breno Garcia. A estrutura oferece à população do Breno Garcia consultas médicas e de enfermagem para os diversos ciclos de vida (gestantes, crianças, adultos jovens e idosos), assim como atendimentos de Saúde Bucal, procedimentos de enfermagem – como curativos, aplicação de medicações e imunizações, realização de testes rápidos de gravidez e para diversas patologias, entre outros serviços. Ao todo, são 600 atendimentos mensais, em média.

Em breve também entrará em funcionamento um Centro de Referência em Assistência Social – CRAS, que já está com os equipamentos todos adquiridos pela Prefeitura.

Governo do Estado foi o único a não cumprir com a sua parte

No que deveria ter sido uma parceria dos três entes no projeto de construção do Residencial Breno Garcia, envolvendo governo federal, governo estadual e Município, o Estado foi o único que não cumpriu com a sua parte. Deixou de construir ainda uma escola de ensino fundamental e médio, além de não ter feito o acesso asfáltico da ERS-030 até a entrada do loteamento nem a rótula de acesso na rodovia.

Comentários