Fundação do Meio Ambiente adquire drone para fiscalização ambiental

0
Foto: Divulgação/PMG

A Prefeitura de Gravataí, por meio da Fundação Municipal de Meio Ambiente (FMMA) adquiriu um drone, que será utilizado especialmente pelo setor de fiscalização. O objetivo do uso do equipamento será identificar possíveis infrações ambientais, como desmatamentos, descarte irregular de resíduos, bem como pelo setor biótico, em análises de manejo de vegetação.

O diretor-presidente do FMMA, Luiz Zaffalon, explica que com o drone, será possível ficar mais próximo de cada terreno, e por isso é muito mais detalhado os dados que se obtém através do uso deste recurso. “A principal demanda hoje é o descarte inadequado de resíduos da construção civil por tele-entulhos. Como é difícil pegar em flagrante, o drone vai facilitar. Outra demanda é desmatamentos em áreas rurais e possíveis loteamentos”, explica o diretor.

Modernidade

Os drones, considerados inicialmente instrumento para missões militares, têm a cada dia mostrado mais funcionalidades. Atualmente, são excelentes para estudos ecológicos, sendo mais eficazes do que o método tradicional de patrulha por terra.

As vantagens são evidentes. Podem monitorar áreas fora do alcance e visão absolutamente mais ampla do habitat dos animais ou das áreas de preservação, o que torna o envio de informações mais completo. Outro aspecto importante percebido foi que a presença dos drones não causam perturbações nos animais ao sobrevoarem seu habitat durante os testes. Sendo importante não apenas para o bem-estar do animal, mas também para a exatidão das análises.

O uso do equipamento

De acordo com o fiscal ambiental da FMMA Tiago Joel Rieger, o principal benefício será uma cidade mais limpa, pois existem muitas empresas de coleta e transporte de resíduos, especialmente da construção civil, com o descarte inadequado. “Como são empresas cientes das obrigações, sobra como alternativa a punição”, conta.

Denúncia

O drone será utilizado sempre que se tiver alguma denúncia relacionada a desmatamento com difícil acesso, em áreas rurais e em operações para coibir o descarte inadequado de resíduos, além de outras demandas que surgirem e for pertinente o uso. Atualmente, a FMMA atende em média, em torno de 500 denúncias por ano. As denúncias podem ser realizadas na página da FMMA, que possui link no site da Prefeitura de Gravataí ou por meio dos telefones (51) 3191-5161ou 3191-5163. A Ouvidora Municipal também está habilitada para receber os pedidos de averiguação.

Comentários