Divulgado o Calendário de Pagamento do Bolsa Família

0

O governo federal divulgou o calendário de pagamento do Bolsa Família para 2020, que terá início no dia 20 de janeiro para os beneficiários cujo Número de Identificação Social (NIS), encontrado no cartão do programa, termina em 1. Poderão sacar o benefício no segundo dia de pagamento os que possuem cartão com final 2, e assim por diante, até o dia 31.

No município de Gravataí, em setembro, estavam no registro do cadastro único 21.758 famílias, das quais 9.719 possuem uma renda familiar de R$89,00. Já no mês de outubro, 9.538 receberam o benefício do Bolsa Família. Sem o auxílio, estima-se que cerca de 5.289 famílias estariam em condições de extrema pobreza.

“Nos CRAS fizemos o acompanhamento de muitas dessas famílias em situação de extrema pobreza ou pobreza, e o programa tem trazido bons resultados. Muitos conseguem se organizar e deixar de receber o benefício. É para isso que o Bolsa Família serve: auxiliar as pessoas por um período para que, depois de organizadas, deixem de recebê-lo”, ressaltou a secretária municipal substituta da Secretaria Municipal da Família, Cidadania e Assistência Social Joice Michels. 

Cadastro Único

O Cadastro Único (CadÚnico), monitorado pelo Ministério do Desenvolvimento Social, é um pré-requisito a todos que desejam ser auxiliados. Ele serve como estoque de informações sobre os beneficiários de todos os Programas Sociais que o governo federal oferece, incluindo o Bolsa Família. Todo mês, o Ministério do Desenvolvimento Social seleciona de forma automatizada as famílias que serão incluídas para receber o benefício. Para saber se você foi selecionado, deve consultar o site da Caixa Econômica Federal ou procurar a entidade responsável pelo programa na cidade.

Como realizar o Cadastro Único

Para realizar o Cadastro Único e receber o benefício, é necessário que o membro responsável pela família vá até algum dos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS), monitorados pela Prefeitura Municipal de Gravataí através da Secretaria Municipal da Família, Cidadania e Assistência Social (Smfcas) do município. No momento do cadastro, devem ser levados os seguintes documentos:

  • Identidade e CPF;
  • Certidão de Nascimento;
  • Carteira de Trabalho;
  • Título de Eleitor;
  • Comprovante de Endereço.

Quem pode ser beneficiado pelo Bolsa Família

Para ser um beneficiário, é necessário que a família tenha uma renda mensal de até R$ 178,00 por pessoa. São consideradas em condição de extrema pobreza famílias que têm renda per capita de até R$ 89,00. As demais são consideradas pobres e participam apenas se tiverem na sua composição gestantes e crianças ou adolescentes ente 0 e 17 anos.

Comentários