100 limites para ajudar os cachorrinhos da rua

0
Andreo Fischer

Andreo Fischer

A loja 100 Limites, do Centro de Gravataí, é um dos comércios mais amigos dos animais quando se trata de ajuda-los. Todos os dias a equipe da empresa abastece dois pratinhos de cerâmica com água e comida para que os cães de rua matem sua fome e sua sede.

Arquivo/100 Limites

A loja especializada em moda jovem tem nove funcionários, incluindo o gerente Marlon Souza que capitaneia todos eles. Aos 29 anos de funcionamento, a 100 Limites mata a fome dos cachorrinhos há seis anos. A ideia partiu do proprietário da loja, Régis Mattos, que observou que os animais precisavam deste cuidado.

Andreo Fischer

Por duas vezes os pratos foram furtados em horário comercial, em frente à loja, mas a equipe não desistiu e repôs as peças com a água e a comida. Houve até uma cliente que se maravilhou com a atitude do comércio e doou dois quilos de ração para que a ação continue. A empresa garante que não ajuda os cães de rua para “aparecer” e nem faz questão de postar sobre isso nas redes sociais, mas muitos clientes parabenizam e colocam no “face” porque acham legal o feito.

O gerente Marlon pontua que há cães, geralmente os mesmos, que vem até a loja pela manhã para fazer seu desjejum e eles são extremamente dóceis com a equipe e com quem passa na rua. Ele garante nunca ter tido problemas com as fiscalizações do governo, até porque os pratos são lavados diariamente e repostos com água fresca e ração de boa qualidade.

Uma das vendedoras dá o recado: Se todas as lojas fizessem isso, todos os cachorros seriam bem tratados. E não é para menos. Há seis anos a 100 Limites se preocupa e ajuda os animais dentro de suas possibilidades.

Comentários